terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Notinhas pós-natal!

— O Eric Martin, responsável pelo Board Game News anunciou a fusão do site com o Board Game Geek. À partir de janeiro teremos dentro do BGG um canal de informações com o "selo" do Board Game News.



— Sairam os vencedores do JoTa desse ano. O blog GANHOU!!!! Ficamos com o prêmio de Melhor Canal Eletrônico em PT/BR tanto pela crítica quanto pelo público. Valeu mesmo aos que votaram, e como agradecimento em janeiro tem sorteio!!!!!!!

— Fazendo uma retrospectiva de 2010, em matéria de inovações tivemos poucas coisas realmente surpreendentes, mas a movimentação lúdica nacional foi uma das maiores. Votação expressiva no JoTa, eventos pipocando pelo país, matérias em jornais, a Ludus com tudo e a FunBox entrando em cena. Temos excelentes perspectivas para 2011.

domingo, 19 de dezembro de 2010

Sáb. 18 - Castelo das Peças


Como sempre, casa cheia.

Esse sábado aconteceu a última edição do ano do Castelo das Peças, e como não podia deixar de ser o evento foi um sucesso, mesmo concorrendo diretamente com a praia de copa (alí bem do lado).

Figurinhas carimbadas em peso e muitas caras novas prestigiando e jogando o que há de mais novo em jogos de tabuleiro. Nas mesas tínhamos clássicos e novidades fresquinhas.

Entre os destaques umas duas mesas do Cadwallon, a mesa que durou todo o horário do Castelo com o novo Civilization e várias de jogos mais light como o It Happens, Bang entre outros.


Groo, Filipe e Zombie na minha mesa de Khan.

Eu estreei o Khan, jogo de tile placement interessante, mas mais leve do que eu esperava, não é um jogo ruim, mas também não traz nada de novo.

Outro que eu nunca tinha jogado e que tive a oportunidade de jogar foi o San Marco. Esse bem mais interessante e apesar de não ser nenhuma novidade (ele é de 2001) tem mecânicas até bem diferentes das que vimos por aí o tempo todo, num jogo de controle de área bem legal.


O pessoal jogando Civilization e o Charon Inc.

No mais joguei alguns outros fillers para dar umas risadas com o povo. No final o Shamou sorteou alguns jogos para os participantes como ele tem feito nas últimas edições e dessa vez eu consegui até ganhar unzinho (o Academia da GROW).

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Notinhas de quinta-feira

— A Alea divulgou que depois de 5 jogos seguidos feitos pelo Stefan Feld o número 15 da coleção vai se chamar König Artus und die Tafelrunde e será criação da dupla Wolfgang Kramer / Michael Kiesling. Maiores detalhes em breve.

— O site Board Game News ainda está com problemas e está fora do ar. A previsão de volta deles é para janeiro de 2011. Para quem quiser maiores informações do acontecido, é só clicar no link.



— Esse sábado tem o último Castelo das Peças do ano. Além das atrações habituais teremos recolhimento de brinquedos para doação e sorteio de jogos entre os participantes.

— Essa semana também é a última oportunidade de votar no prêmio JoTa. Se você ainda não deu aquela forcinha para o blog não deixe de votar.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

2ª Joga dos Amigos

Esse último sábado rolou a segunda edição da Joga dos Amigos, que é um evento lá no salão de festas do meu prédio esquema "invitation only", e que a cada edição entram mais nomes na seleta lista (heheheheh).


Zé, Betume e patroa jogando o A La Carte.

Mesmo com o calor desgraçado que vez a presença foi boa, mais de 20 cabeças apareceram por lá e os últimos sairam de lá depois de uma da matina (a turma que dormiu no sofá quando chegou em casa).

Nas mesas rolaram muitas coisas boas, tivemos novidades como London, Alien Frontiers, Inca Empire e Settlers of America, algums clássicos como Samurai, A La Carte, Gipf's e Rise of Empires. Enfim, muita coisa boa durante todo dia.


Victor, Rômulo, Leandro e Bouzada na mesa do Rise of Empires.

Eu tive a oportunidade de conhecer 4 jogos : Albion, Infinite City, Shit Happens e o Inca Empire, além da partida "final de festa" de Rise of Empires.

O saldo foi bem positivo, e acredito que lá pra março ou abril tenhamos outra edição, mas dessa vez vou ser mais comedido nos comes e bebes, pois vou ficar tomando picolé pelos próximos 2 meses (hehehehehe).

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Vício dentro do vício (ou porque não nos contentamos só com o básico)

Essa semana chegaram na minha casa os dois mais novos decks do Agricola (o Gamers e o Legen*Dairy), aí eu resolvi escrever esse post sobre essa veia doente que nos fazem ter coleções dentro das coleções.

Acho normal gostarmos de um determinado jogo, mas os gamers não ficam contentes só com isso, querem mais e mais!


Minha coleção do Memoir'44 (depois da foto entraram mais coisas).

No meu caso além do Agricola, outros "vícios" são o do Memoir '44, HeroScape e Small World, que apesar de não serem jogos colecionáveis, tem infindáveis "coisas para se comprar". Qualquer jogador normal ficaria super feliz em ter o jogo base do Small World, mas não, precisamos comprar todas as traquitanas que aparecem dele.


A caixa do Runebound socada de cartas das expansões. Foto BGG.

Outros exemplos são os jogos da Fantasy Flight (a maior fábrica de fazer dinheiro com expansões). Se você é fã do Runebound, Talisman, Arkham Horror você com certeza vai gastar os tubos para ter a coleção completa (já viram TODAS as minis dos detetives do Arkham?).

Enfim, isso move toda a indústria e faz com que a gente tenha jogos sempre renovados (afinal, agora eu tenho um zumbi e um werewolf no meu Agricola), mas convenhamos, a gente precisa de tratamento (ou se tudo der errado, expansões novas para os nosso joguinhos).

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Resenha : Asara



Asara é o mais novo jogo da dupla Wolfgang Kramer e Michael Kiesling, mesma dupla responsável por alguns clássicos como a trilogia das máscaras e Maharaja.

Nesse jogo, diferente da assinatura da dupla, não temos um jogo de controle de áerea e sim uma nova apresentação para a mecânica de work-placement.

No Asara temos como objetivo sermos os arquitetos que mais constroem e para isso temos que ir para o mercado comprar material para erguemos nossas torres mais altas e mais chamativas que a dos nossos concorrentes.


O bonito tabuleiro central com seus mercados.

Para isso temos um tabuleiro central (com uma arte caprichada do Franz Vohwinkel) onde são dispostos os mercados e a área para pagarmos pela construção.

Na hora das compras é que a dupla mostra o seu diferencial, ao invés de usarmos pecinhas para os trabalhadores, temos um deck com 5 cores e a primeira cor usada em cada mercado os outros jogadores tem que seguir aquela cor (ou usar dois trabalhadores quaisquer para compensar).


Close no mercado dos "topos" das torres.

Depois disso vamos a montagem das torres propriamente dita, onde colocamos a base, miolo, janelas e topo e essas construções são o que vão dar ponto no final dos quatro turnos de jogo e uma pontuação final para determinar que vence.

Como saldo final temos um jogo enxuto, leve (mas não bobo), que flui muito rápido, tranquilo de explicar e com boa rejogabilidade. Mais um ponto para a dupla.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Notinhas de quarta-feira


Screen-shot do M'44 Online. Entrem e divirtam-se

— Está no ar a versão beta do Memoir'44 Online, e a Days of Wonder está chamando todo mundo pra jogar. A interface é muito boa e intuitiva, os cenários básicos estão todos disponíveis e tem tido bastante gente jogando sempre. Super recomendo, e se virem o "drgrayrock" por lá podem me chamar para uma partida.

— Esse mês os eventos aqui no Rio vão ser bem próximos, então anotem aí nas agendas. Torre agora dia 4 e Castelo no dia 18, depois só em 2011.


Galera na edição de novembro do Castelo. Foto Zombie.

— E por falar em final de ano, até o fim dessa semana será anunciada a última Math-trade do ano, se você tá com algum joguinho encalhado ou um troquinho para "se dar" um presente, segura que a oportunidade é essa.

— Faltam só 11 dias para terminarem as votações para o Prêmio JoTa, então galera, dá aquela forcinha pro blog.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Fun Box... Uma nova opção de jogos em São Paulo

Está oficialmente aberta a Fun Box, a primeira ludolocadora do Brasil. Lá você pode alugar os jogos, com preços que variam de 5,00 a 50,00 e ficar com eles durante uma semana se esbaldando de tanto jogar.

Agora quem quiser conhecer o que há de mais moderno em jogos de tabuleiro não tem mais desculpa com uma oportunidade dessas. E como promoção de abertura da casa, agora no mês de dezembro, chegando lá e falando a senha "Maria Mexeu o Meeple de Madeira Marrom" você pode jogar de graça qualquer jogo lá na loja.



Eu aqui no meu blog desejo aos amigos da Fun Box sucesso, e que iniciativas como essa comecem a aparecer em outros estados (aí galera do Rio!!!!).

O endereço taí : Rua: Vergueiro, 439 - loja 27 - Tel.: 2389-1841 (Fica a um quarteirão da estação Vergueiro do metrô).

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

WAR in Rio... ou o dia em que a Regina Duarte teve razão.

Bem, se você não esteve numa caverna essa semana deve estar sabendo da guerra civil aqui no Rio. Então, esse é um post desabafo de quem ama essa cidade e gostaria que esse tipo de coisa não acontecesse nunca (em cidade nenhuma).


Foto do jogo WAR in Rio.

Tenho uma opinião sobre tudo isso, acho que os atos terroristas são manobras de quem percebeu que está perdendo espaço para a ordem que estão tentando instaurar por essas bandas e se tem fins eleitoreiros ou se é pra impressionar COI e FIFA pra mim tanto faz, desde que funcione.

De qualquer forma, o que temos vivido esses últimos dias é uma sensação de insegurança e impotência acima de tudo que poderíamos imaginar. É horrível sair de casa sem saber se você vai ter condições de voltar direito.


Foto do jogo WAR in Rio.

Ontem rolou Spaghetti com meia-dúzia de corajosos e amanhã tem Castelo que eu ainda não sei se vou, vai depender das ações de hoje pela cidade. Mas não é pela falta das jogas (que é uma válvula de escape no meio desse caos) que eu resolvi escrever esse post, é mais para tentar passar para os amigos que apesar de tudo ainda acredito num final feliz para isso tudo, e que em breve o Rio vai voltar a ser a cidade que eu tô acostumado e que gosto tanto de viver.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Notinhas de quarta-feira

— Sairam os ganhadores do prêmio mais gamer de todos, o Golden Geek. Eles foram divulgados na Con e o grande vencedor foi o Hansa Teutonica (que eu ainda não consegui jogar).

— Falando um pouco mais da Con, o amigo Flávio Jandorno disponibilizou algumas fotos que ele andou tirando por lá, vale para a galera ver as proporções do evento.



— Esse fim de semana tem Castelo das Peças. Essa edição promete muitos jogos vindos de Essen (como Asara, London, Inca Empire e Grand Cru). Quem estiver pelo Rio não pode perder.

— E para os amigos de SP em dezembro a JogaSampa vai ter duas datas. Uma no Bob's (dia 4) e outra na Ludus (dia 12), são as festas de final ano chegando aos board-games.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Sáb. 20 - Torre das Peças

Apesar da concorrência braba com a Brasil Game Show a Torre ainda teve uma galera disposta a uma jogatina "uplugged".

Cheguei lá cedo e já estava rolando uma mesa de Alien Frontier e eu logo fui preparando uma partida de Asara com Groo, Victor e o Euro-Leandro.


Mesa do Asara com o Groo (costas), Euro-Leandro e Victor.

Minha segunda partida dele e continuo mantendo a boa opinião que tive depois da primeira. Joguinho gostoso, inteligente e rápido. Vai agradar gamers e jogadores esporádicos.

Nessa partida eu ganhei mesmo com o Leandro estando sempre na cola, em terceiro chegou o Groo e o Victor em último.


O London que foi até tarde vendo mesa também.

Depois enquanto o Victor relia as regras do London deu para jogar duas partidas de Ingenious, uma com o Groo (perdi) e outra com o Euro-Leandro (ganhei). Outro joguinho super bacana que vale ter na coleção.

Como as vagas para o London estavam disputadas e uma outra mesa de In the Year of the Dragon estava rolando resolvi puxar um Struggle for Rome com o Groo, Tiago e Braz.


O bonito Struggle for Rome sendo jogado.

Nesse jogo do mesmo criador do Catan (Klaus Teuber) somos tribos nômades que marcham para dentro de Roma para conquistar e saquear. A mecânica de recursos/troca/compra é a mesma do Catan, mas as semelhanças param aí.

O jogo é muito mais truncado o que torna ele mais longo também. Mas mesmo assim é um jogo bem interessante. Vale a partida.


Casal se divertindo com uma pardida de Assyria.

Na nossa o Braz e o Groo lutaram muito pela vitória, com o Groo fazendo os 11 pontos antes, deixando o Braz em segundo, eu em terceiro e o Tiago em quarto.

Apesar do pouco público foi uma boa tarde de jogatina, agora é esperar para o próximo sábado onde teremos um Castelo das Peças que promete muitas novidades (com o Flávio chegando da BGG.Con com as malas cheias).

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Notinhas de quarta-feira

— Começa hoje oficialmente a BGG.Con, para quem não sabe é o encontro anual oferecido pelo pessoal do BoardGameGeek que vai até domingo e o povo fica jogando "non-stop" esses dias todos. Ano que vem espero estar fazendo reports "ao vivo".


Foto da edição de outubro da Torre das Peças.

— Para nós simples mortais, esse sábado (dia 20) tem Torre das Peças lá no Spoleto da rua Real Grandeza, 212. Começa cedo e vai até tardão, apareçam que vale muito a pena.

— Outra boa opção de evento, agora para o pessoal fora do Rio, é a JogaFortal. Essa edição vai ser no domingo dia 21 e vai rolar torneios de RISK e Samurai (com premios).

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Dia de jogatina preguiçosa em casa

Ontem foi dia de Spaghetti, mas com a chuvinha que tava caindo bateu preguiça, então fui pra casa e chamei os "vizinhos" Fel e Zé para irem jogar lá em casa.

Para começar bem os trabalhos um Asara. Esse é outra novidade de Essen e tem como autores os grandes Wolfgang Kramer e Michael Kiesling.

Nele somos construtores e temos que fazer as nossas torres maiores e mais bonitas que as dos nossos adversários. A mecânica do jogo é um work-placement diferente, onde colocamos trabalhadores em 5 cores diferentes, e depois do primeiro ser colocado os outros jogadores tem que seguir o padrão ou gastar mais trabalhadores.


O bonito mercado de Asara.

O jogo é bem bacana, rápido e visualmente lindo. Mais um ponto para a dupla (responsável por jogos como Tikal, Torres e Pueblo).

Na nossa partida o Zé deu uma arrancada à partir da segunda rodada e assegurou a vitória mesmo com a recuperação do Fel que chegou em segundo, comigo em terceiro e o Quico em último.


As torres sendo construídas e as escondidas ainda por construir.

Depois jogamos uma partida de Power Struggle. Joguinho que mistura controle de área e cubreagem bem interessante e divertido (embora cabeçudo).

O lance do jogo é tentar controlar as sessões dentro da empresa para conseguir cargos melhores e com isso benefícios para realizar determinadas ações.


Todos os departamentos no Power Struggle.

Com regras cheias de detalhes mas que são absorvidas rápido, o jogo flui bem mesmo com os momentos de "ap" que existem nas jogadas.

Partida disputada até o final, mas eu acabei fazendo os quatro pontos antes dos outros que empataram com 3.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Notinhas de quarta-feira

— A Ilha do Tabuleiro e a Tércos estão começando um concurso de jogos print and play. É uma iniciativa bacana para os autores de jogos, e o vencedor periga ter uma tiragem impressa do jogo. Estamos apoiando!


Revistas sobre jogos, divirtam-se.

— Acabaram de sair do forno duas revistas sobre jogos : A italiana ILSA está na nona edição e está homenagiando o grande Martin Wallace; a outra é uma novidade, chama-se TOKEN e é toda em espanhol. Valem a lida.

— O grupo Pão-de-Açucar está até o dia 30 de novembro arrecadando brinquedos para depois serem distribuídos para as 680 entidades que elas ajudam. Recado dado, façam sua parte (quem não tem um Banco Imobiliário parado em casa?).

terça-feira, 9 de novembro de 2010

III International Gaming Photo Award

Saiu hoje o vencedor da terceira edição do International Gaming Photo Award que é organizado pela Asociación Cultural Jugamos Tod@s da Espanha e tem os vencedores divulgados durante o Festival de Juegos de Córdoba.


A grande vencedora do prêmio de 500 euros em jogos.

Esse é um concurso aberto a todos no mundo todo, e tem como objetivo premiar fotos lúdicas (no sentido literal) cujo tema são jogos em geral. Os prêmios são bem legais e a idéia em sí mais ainda.


A minha foto que ficou entre as 12 finalistas.

Esse ano mandei 5 fotos e apesar de não ter ganho uma das minhas fotos ficou entre as 12 finalistas, fiquei bem orgulhoso e ano que vem vou entrar de novo, mas dessa vez pra ganhar.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Rapidinhas de segunda

— A Wizards of the Coast acaba de anunciar que vai descontinuar a série HeroScape, segundo nota oficial eles vão se dedicar aos "core-systems" e não mais as expansões e tals. Enfim, faz todo sentido numa distribuidora de Magic e D&D (que "quase" não tem expansões).



— Começaram as votações para o prêmio JoTa, não preciso nem dizer que tá na hora de dar aquela forcinha para o blog, vou manter um banner aqui com o link para facilitar a vida dos amigos.

— Essa semana sairam os jogos que passam a figurar no National Toy Hall of Fame e dessa vez os dois ganhadorem foram The Game of Life e Jogos de Cartas.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Resenha : Constantinopolis

Essa quinta-feira tive a oportunidade de estrear uma das novidades que estiveram em Essen, e apesar de não ter sido um dos grandes badalados é um jogo que merece uma antenção.

Nele somos mercadores tentando tirar o maior proveito dos melhores contratos e tentando agradar ao máximo ao povo da cidade de Constantinopolis.



A mecânica básica do jogo é de gerenciamento de recursos e pick-and-delivery. Cada rodada tem uma série de fases onde rola um leilão (com um sistema interessante) para a ordem do turno, onde cada posição também te dá um benefício diferente.

Depois disso temos a produção, fase de entrega dos produtos aos nossos clientes (essas entregas são via marítima), compra de prédios, recebimento de novos contratos de entregas, doação de bens ao povo e começa tudo de novo.



No final do jogo (que tem duas situações para o final) quem tiver mais pontos de fama ganha.

O jogo não tem regras difíceis de assimilar e a nossa partida com 5 jogadores demorou pouco mais de duas horas. É um jogo consistente, com qualidade de componentes padrão Fantasy Flight e apesar de não ser muito a praia deles (que são mais conhecidos pelos seus ameritrashes) é um euro bem interessante.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Prêmio Jota 3º edição

Sairam os finalistas do Prêmio JoTa, e mais uma vez o blog está entre os cinco indicados dessa vez ao prêmio de Melhor Canal Eletrônico em Português.

Todos os indicados (e suas devidas categorias) estão nessa geek-list lá no BGG. Os amigos já podem ir fazendo suas escolhas e assim que sairem os canais de votação nós indicaremos.



Desde já começo a campanha pelo voto dos amigos no blog, e já agradeço por estar mais um ano entre os indicados.

Maiores informações de como funciona o prêmio você encontra no blog oficial do JoTa.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Passou a Essen... e o saldo?

Bem, para os "geeks" de plantão não faltaram vídeos, fotos, relatos ao vivo de quem esteve por lá e teve a oportunidade de ver/jogar alguns dos mais de 600 lançamentos da feira.

Os amigos de Brasília pelo twitter nos deixaram com água na boca principalmente com a lista de aquisições divulgadas e assim como eles, os amigos da Spiel Portugal também estão com as prateleiras lotadas de novidades.


Feira "vazia" né? Foto Spiel Portugal.

Muitas coisas esgotando assim que começaram as vendas, alguma edições limitadas, muitos bonus para quem estava passando pelos corredores do evento.

Mas e os jogos novos? Bem, com lançamentos de "pesos-pesados" em matéria de design de jogos, não se pode reclamar.


Esse já tá vindo pra coleção, Inca Empire.

Temos Kramer, Wallace, Feld, Uwe, Knizia, Faidutti e Freese's para comprovar que daqui até a próxima Essen vamos aproveitar para jogar, analisar e claro colocar na nossa ludoteca.

Eu já comecei a colher as safras de Essen, e em nov/dez vamos ter resenhas fresquinhas para ajudar aos amigos do blog a escolherem seus presentes de natal.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Resenha : Rock'n Roll



É sempre legal quando a gente tem a oportunidade de resenhar algum jogo de autor nacional, no caso eu pude jogar o Rock'n Roll, o mais novo jogo da dupla André Zatz e Sergio Halaban (mesmos autores do Pega Pinguin e Angus).

Ele é um card-game de "vaza" (ou seja, mandar tuas cartas embora) com regras simples e extremamente rápido.

O diferencial dele é a "fase" rock'n'roll onde uma carta especial muda a forma com que as cartas são descartadas e acaba com a parte organizada do jogo, pois os jogadores podem ir descartando sem a ordem "ponteiro-do-relógio" habitual.



Das três partidas que jogamos todas elas terminaram em alguma fase dessas, pois a coisa fica dinâmica demais por assim dizer.

Enfim, mais um joguinho leve, simples e acessível aos brasileiros. Ele está sendo distribuído pela Game Office que fez uma produção bem acabada com caixa rígida e cartas de boa qualidade.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Notinhas de quarta-feira

— Começou hoje a maior feira de jogos de tabuleiro no mundo, a Spiel em Essen. O BGG passou o dia postando vídeos direto de lá, quem tiver de bobeira vale acompanhar.

— A Fantasy Flight disponibilizou um vídeo com uma breve explanada do seu mais aguardado título, o Sid Meyer's Civilization. O vídeo deixa a gente com água na boca, clica aí embaixo pra ver.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Resenha : Settlers of America



Como prometido, vou dar uma explanada sobre o mais novo título do designer Klaus Teuber, o bacana Settlers of America - Trailis to Rails.

Utilizando-se da fórmula do seu maior sucesso, o Catan, no Settlers of America, cada jogador é um desbravador conquistando o oeste americano e abrindo ferrovias para entrega de seus produtos.

Como disse acima a mecânica lembra muito o Catan, temos os prédios nas interseções dos hexágonos, cada um deles produz um bem que é definido através dos dados, esses bens servem para construir coisas, enfim, tudo bem conhecido.


As ferrovias interligando as cidades. Foto BGG.

O que torna esse jogo original e interessante e a parte de entrega de bens. No Settlers of America para ganharmos o jogo, temos que entregar todos os nossos bens, fazemos isso através de caminhos férreos que vão de uma cidade a outra, mas nem tudo são flores.

Você só entrega um bem da sua cor numa cidade adversária. Aí você pensa "é só eu não fazer cidade que eu dou uma cubreada nos caras", não é bem assim, pois você só libera os cubos para entregar SE você construir uma cidade.


As cidades e os bens esperando para ir para o tabuleiro. Foto BGG.

Então fica um jogo interessante de "levantar para outro cortar". Outro aspecto legal é que as cidades tem que ser interligadas pelas ferrovias, e você paga para usar os trilhos adversários, o que aumenta o seu planejamento.

Enfim, Teuber deu mais uma remixada na sua idéia mais original e fez um jogo interessante e que fica disputado até o final e com muita interação entre os jogadores.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Dia de jogatina em casa

Sabe aqueles dias que você sai do trabalho, com vontade de jogar, mas com a maior preguiça, ontem foi um desses, então ao invés de ir para o Spaghetti eu fui para casa e convoquei os amigos Groo e Rogério para se juntarem a mim e meu irmão para uma jogatina.

O Rogério chegou antes então puxamos um Adios Amigos rapidinho com três jogadores. Nessa partidinha o Rogério sacou (fez as contas) mais rápido e matou mais me deixando em segundo e o Quico em último.

Com a chegada do Groo jogamos mais umazinha, dessa vez o Quico foi mais rápido pouca coisa na minha frente, com o Rogério em terceiro e o Groo em último.


Os trens cruzando os EUA no Settlers of America.

Depois desse "esquenta" foi a hora de novidade. O Rogério trouxe o último jogo do Klaus "Catan" Teuber, o Settlers of America : Trails to Rails.

Esse é mais um jogo que se utiliza de algumas idéias do Catan mas que tem uma jogabilidade diferente, nesse caso temos a parte de entrega de cubos (que são os pontos de vitória), a exploração do território e a criação de ferrovias (merece uma resenha detalhada).

A nossa partida foi super apertada, com o Quico dando um bote perto do final e quase ganhando, o Groo também não levando por pouco, aí quando chegou a minha chance eu não deixei escapar. Final eu em primeiro, Quico e Groo empatados em segundo e o Rogério em último.


Pueblo quase no final.

Pra fechar a noite (depois da pizza) jogamos uma partida do Pueblo, que também foi bem maneira, com o Groo ganhando, Quico em segundo, eu em terceiro e o Rogério quase dando a volta em último.

Só para registro, enquanto jogávamos na mesa principal, Arthur ficou com a Ana jogando o Little Orchard que ele ganhou de dia das crianças.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Resenha : Steam Barons



Primeiro vamos deixar algumas coisas claras, apesar de ser vendido como expansão do Steam, o Barons é um jogo completamente diferente, e é justamente por ser outro jogo que ele vale a resenha.

Nesse jogo os jogadores investem em 6 companhias diferentes e o maior acionista é quem toma as decisões de como e onde construir os trilhos para melhor atender a entrega dos "cubos" pelo mapa.


O mapa e os trenzinhos de madeira.

Como nos jogos da linha de stock-market em geral, o lance aqui é encher a burra de dinheiro com uma empresa, vender suas ações e começar a sugar o sangue de outra. O segredo? Não se apegue.

Grande jogo com a assinatura do mestre Martin Wallace, a caixa traz além dos trenzinhos de madeira (que podem e DEVEM ser usados na versão Steam do jogo) dois mapas com regras distintas (que também podem ser usados na versão Steam).


As seis empresas que estão sempre no mercado para os jogadores.

Se você tem o Steam normal, vale muito a aquisição do Barons, pois você vai ter dois jogos diferentes acima da média.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Rapidinhas de terça-feira

— Está de volta às lojas de jogos de tabuleiro o divertido Betrayal at the House on the Hill. Apesar de ser um "ameritrash" dos bons ele acabou virando cult entre os jogadores. Eu gosto muito e recomendo (pra quem quiser, fiz uma resenha tempos atrás).


Duas apostas da Lookout Games para 2010, Poseidon e Merkator.

— Para os fãs do Uwe "Agricola" Rosenberg, já está disponível para download as regras do seu mais novo projeto, o Merkator. Pela lida rápida parece promissor.

— Muita coisa interessante aparecendo também nesse mês pré-Essen. Vinhos, K2, Basilica, Poseidon. Esse ano a feira promete.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Sáb. 25 - Castelo das Peças de Aniversário (2º dia) by Fel

O 2º dia do Castelo contou a presença de 48 pessoas. Eu fui com a mentalidade de playtestar, já que no primeiro dia eu tive uma experiência bem legal com as partidas de Pega o Pinguim e pouca sorte com as regras do Afluentes. Quando eu cheguei, quis estrear o meu Pow Wow. Como só tínhamos nós no momento, quem ia chegando , ia sentando à mesa. Nesse espírito conseguimos colocar Wykthor Euro Zavandor E Heavy Gamer Bouzada sentados na mesa!


Quem diria, Victor e Bouzada no Pow Wow. Foto Zombie.

A partida foi bem engraçada apesar do Bouzada calcular o valor esperado e jogar estatisticamente conseguindo ganhar do Groo no final. Os primeiros eliminados acabaram sendo "convocados" para o playteste do Afluentes. Montamos a primeira mesa eu, Arthur (importado do Recife), Thiago Ferraz e Leandro Zombie. Algumas dificuldades nas regras, algumas incongruências, bastante anotação e o Thiago Ferraz acabou ganhando de longe. Depois ainda passaram pela mesa o Shamou e o Groo dando algumas dicas legais.

Nesse interim rolou o Polizei-Alarm do Flávio. Um jogo real time de polícia/ladrão. Não joguei mas foi bastante jogado. O Cleopatra também viu mesa non-stop. Foi jogado durante todo o evento por vários grupos diferentes. Depois do playteste do Afluentes, paradinha para recarregar as baterias.


Destaque de domingo, o Cleopatra. Foto Zombie.

Chamei o Leandro, o Arthur e a Érica para o playteste do Wiz-War. O jogo é bem divertido e proporcionou momentos muito legais. O ápice sem dúvidas foi eu ter carregado um baú (objetivo para ganhar o jogo) e descobrir que ele era falso depois de quase 1h de partida. Coisas do Ameritrash. Foi engraçado e acabou com a vitória do Leandro muito próximo da Érica.


Léo Rossi (de branco) explicando o Fische Fluppen. Foto Zombie.

Enquanto isso, nas outras mesas rolavam Castle Ravenloft (super produção), Infinite City e mesa dupla de Fische Fluppen Frikadellen.

Para fechar a conta, joguei o Infinite City da AEG. Um tile placement com regras bem simples e de sacanear os outros o tempo todo. Um pouco caótico mas extremamente engraçado com o grupo certo. Funcionou bem, foi relativamente rápido. Vitória conjunta do Leandro e do Flávio.


Galera aprendendo o Castle Ravenloft. Foto Zombie.

Ainda tentei jogar um Drachen Wurf mas não deu para fechar a partida. Joguei duas rodadas e pareceu ser um "pickomino-like" bem mais legal do que os demais pela adição do set collection.

No final, mais uma rodada de sorteios Hasbro/Grow/card game alemão. Foi um dia muito legal e eu acho que fez jus aos três anos de Castelo. Fico feliz de participar do projeto.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Sáb. 25 - Castelo das Peças de Aniversário (1º dia)


Galera no campeonato de Munchkin. Foto Zombie.

O maior evento de jogos de tabuleiro carioca acabou de fazer 3 anos, e para comemorar juntou os amigos em dois dias repletos de jogos e sorteios de brindes.

Eu só pude ir no primeiro dia (o post do segundo dia vai ficar à cargo do amigo Fel) e pude constatar uma animação típica dos dias de Castelo, mas um público acima das expectativas. Nesse primeiro dia foram quase 70 pessoas lotando as mesas.


Partida de Egizia com Kildare, Warny, Victor e Vanessa
(Rogério só olhando). Foto Zombie.


Visitas ilustres com a amiga Vanessa (da Funbox), do Arthur lá de PE (que estava perdido aqui no Rio), dos alunos do Oi Futuro (onde o amigo Antonio Marcelo dá aula) e é claro dos ilustres "figurinhas fáceis" que estão todo mês marcando presença no evento.

Nas mesas muita coisa boa como sempre, destaques para as novidades Castle Ravenloft (caixão, parece ser um jogo bem legal), Fresko, Macao, Egizia, campeonato de Munchkin, entre outros.


A criançada sempre presente, aqui jogando Bisikle. Foto Zombie.

Eu joguei algumas coisas bem legais também com destaque para o Saigo no Kane, a partida do Masons (perdida por apenas um ponto) e o Saturn.